Lunes, 19 de agosto de 2019
 
Jornada Mundial da Juventude, com a presença Agostiniana Recoleta: Igreja jovem, pluricultural e alegre
 
Uma Igreja jovem, pluricultural e alegre receberá o Papa Francisco e cerca de 200 mil jovens de 155 países na JMJ 2019 no Panamá, que acontece de 22 a 27 de janeiro. Alguns dias antes, de 18 a 23, centenas de jovens da Juventude Agostiniana Recoleta -JAR-, procedentes de 15 nacionalidades, participarão da Jornada Mundial da Juventude Agostiniana Recoleta -JMJAR- no Colégio Santo Agostinho, Panamá. A província Santo Tomás de Vilanova marca presença com frades e jovens de 5 nacionalidades: Espanha, Brasil, Argentina, Peru e Venezuela.
 

“Igreja jovem e alegre, autêntica, multiétnica e pluricultural, com uma fé viva, com o compromisso de anunciar o Evangelho”: é assim que o arcebispo do Panamá, dom José Domingo Ulloa Mendieta, define a Igreja que receberá o Sumo Pontífice e os cerca de 200 mil jovens procedentes de 155 países que participarão da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 22 a 27 de janeiro. Destes, aproximadamente 350 participam da Juventude Agostiniana Recoleta -JAR- de 18 a 23 de janeiro.  Também um grupo de cerca de mil jovens indígenas vindos de vários países do mundo se reunirão de 17 a 21 de janeiro, no território do povo Ngobe de Soloy, na diocese de David, na Jornada Mundial da Juventude Indígenas para compartilhar a mesma fé católica na diversidade de suas culturas ancestrais, suas expectativas e suas lutas.

O tema desta edição da JMJ é: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc 1, 38)”. A última edição do evento foi realizada em Cracóvia, na Polônia, de 26 a 31 de julho de 2016. O Papa Francisco partirá de Roma no dia 23 de janeiro e desembarcando no Panamá na mesma data. Na quinta-feira, dia 24, receberá as saudações do presidente do Panamá, Juan Carlos Varela Rodríguez e de autoridades do país, além de reunir-se com bispos da América Central. Na parte da tarde, participará da cerimônia de abertura da Jornada Mundial da Juventude de 2019, no Campo Santa María la Antigua – Cinta Costera.

Durante a estadia no Panamá, o Santo Padre terá várias ocasiões para encontrar milhares de jovens. A visita será concluída com a celebração da Santa Missa, no domingo, 27 de janeiro, no grande “Campo San Juan Paul II” – Metro Park, onde são esperados cerca de 250.000 fiéis.

O hino oficial da Jornada Mundial da Juventude do Panamá 2019, intitulado: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim a tua palavra” (Lc 1, 38), foi composto por Abdiel Jiménez, com produção e arranjos de Aníbal Muñoz, e colaboração de Carlos Samaniego e Ricky Ramírez, profissionais com uma grande carreira musical.

Segundo a subsecretária de Atenção ao Peregrino da JMJ, Eydin Solanilla são esperados cerca de 500 bispos e quatro mil jornalistas de todo o mundo. Solanilla destacou que o peregrino não só “terá momentos de catequese”, mas também outras opções como “o festival da juventude que terá palcos para que os jovens convivam com a cultura, a música e a arte”. Ela afirmou que quando os jovens peregrinos receberem o guia preparado pela organização, estes terão todas as informações necessárias para organizar o seu itinerário.

Juventude Agostiniana Recoleta - JAR

O colégio San Agustín se prepara para receber os jovens de diversos países que participarão da Jornada Mundial da Juventude Agostiniana Recoleta. Desde sexta-feira dia 18 até o domingo dia 23, a JMJAR é um evento que antecede a JMJ nesta experiência enriquecedora para toda a Ordem e a Igreja. É a quarta edição deste evento que antecede a Jornada Mundial da Juventude.

 

O grande encontro das JAR contará com a presença de aproximadamente 350 jovens. O Secretariado de Vocações e Juventude da Ordem organizou um extenso programa no qual os jovens participarão de orações, momentos de reflexão, catequese, atividades culturais e espirituais, e a Santa Missa. Uma das celebrações é o Festival das Nações, no qual cada JAR apresentará um aspecto próprio de seu país.

 

Os dias começarão com a oração matutina que a JAR de cada país organizará, no estilo e forma que costumam em seus lugares de origem. Até quarta-feira, dia 23, quando começa oficialmente a JMJ, terão participado de três catequeses que estão sob a responsabilidade dos religiosos agostinianos recoletos frei Ismael Xuruc (da missão em Cuba), frei Nicolás Vigo (da missão de Chota, Peru), e frei Carlos María Domínguez (vigário provincial da Espanha).

 

Todo eles tratarão de diversos temas relacionados com a fé a partir da dimensão juvenil. A celebração Eucarística será celebrada diariamente, presidida cada dia por religiosos agostinianos recoletos que acompanham o grupo. Entre eles, o cardeal agostiniano recoleto José Luis Lacunza, quem celebrará a eucaristia da segunda-feira, dia 21. Também celebrará o Prior provincial da Província Nossa Senhora da Candelária, frei Albeiro Arenas, o Secretário geral de Vocações e Juventude, frei Juan Pablo Martínez, e o vigário da Província Santo Tomás de Vilanova na Espanha, frei Carlos María Domínguez.

 

A partir da quinta-feira, dia 24, a JMJAR se unirá ao programa de atividades da Jornada Mundial da Juventude, que congregará milhares de jovens em torno do Papa Francisco na Viacrucis dos jovens no dia 25, sexta-feira, e a vigília de oração no sábado dia 26. A JMJAR concluirá com a missa de encerramento no domingo dia 26 no Campo João Paulo II junto com o Papa Francisco.

 

 

O programa da JMJ

 

A Pré-Jornada ou Dias nas Dioceses será de 17 a 20 de janeiro de 2019. Esta é uma iniciativa opcional que permitirá que os jovens possam compartilhar momentos de oração e celebração com as comunidades eclesiais da igreja local.

Na terça-feira, 22 de janeiro, o Arcebispo do Panamá, Dom Domingo Ulloa, presidirá a Missa de abertura.

Na quarta-feira, 23, haverá catequeses; e será realizado o “Festival da Juventude” um programa religioso, artístico-cultural; o “Festival do Perdão”, local onde haverá confissões à tarde e, à noite, oração em frente à Cruz da JMJ e adoração Eucarística; e, finalmente, uma feira vocacional.

Na quinta-feira, 24, realizarão as mesmas atividades do dia anterior e também haverá uma cerimônia de acolhida ao Papa Francisco.

Na sexta-feira, 25, serão realizadas as mesmas atividades da quarta e da quinta-feira; e a Via Sacra, onde será levada a Cruz da JMJ que foi entregue pelo Papa à delegação do Panamá.

No sábado, 26, haverá uma vigília de adoração.

Finalmente, no domingo, 27, o Papa Francisco presidirá a Missa de encerramento, para a qual são esperadas cerca de 800 mil pessoas.

 

Fontes:

site da Ordem - http://www.agustinosrecoletos.com/2019/01/asi-sera-jmjar/

Site da CNBB - http://www.cnbb.org.br/igreja-jovem-pluricultural-e-alegre-recebera-o-papa-francisco-e-cerca-de-200-mil-jovens-de-155-paises-na-jmj-2019-no-panama/

Compilação: frei Mason